Blog

Melhor ONG do Paraná: “Lutamos por um Brasil em que todas as pessoas se sintam respeitadas e valorizadas”

Saiba mais sobre a atuação do Instituto Sivis, onde a vida comunitária é um pilar fundamental para a vitalidade da democracia

O Instituto Sivis trabalha para enraizar os valores democráticos no coração dos brasileiros e brasileiras, com foco em transformar o futuro do Brasil para melhor. Eles buscam entender o que não está certo e por quê, testando caminhos para encontrar possíveis soluções para os desafios que se apresentam. Em 2021, o trabalho com propósito deu à organização o título de Melhor ONG de seu estado, o Paraná. É a terceira vez consecutiva que a organização é reconhecida como uma das 100 melhores do Brasil.

Para saber mais sobre essa atuação e a diferença que o reconhecimento fez por lá, conversamos com Thaíse Kemer, Gerente de Pesquisa e Impacto do Instituto Sivis.

O que vocês acreditam que foi fundamental para que a sua ONG fosse destaque no estado? Acreditamos que o reconhecimento do Sivis como a melhor ONG do estado do Paraná é creditado tanto aos nossos valores institucionais e gestão organizacional, quanto à nossa estratégia de atuação.

No que se refere aos valores institucionais, destacamos que o Sivis atua com base em valores fundamentais para uma cultura democrática de excelência, como o compromisso com a valorização de todas as pessoas, o reconhecimento da vida comunitária como pilar fundamental da democracia e a confiança como a base fundamental de nossas relações interpessoais. Esses valores orientam e se refletem em nossa gestão organizacional, que preza pela busca por excelência no trabalho, com respeito e valorização dos colaboradores, responsabilidade e transparência.

No que se refere à nossa estratégia de atuação, buscamos gerar impactos sociais sistêmicos para a democracia brasileira por meio da atuação com base em conhecimento científico de ponta sobre a cultura democrática brasileira, o que envolve a constante articulação de parcerias com especialistas nacionais e internacionais, e pela permanente colaboração e compartilhamento de aprendizados nessa temática com outros atores sociais, como organizações da sociedade civil, empresas e agentes do Poder Público.

Ao difundir a relevância dos valores democráticos e atuar ativamente para o fortalecimento desses valores, o Sivis busca contribuir para a geração de impactos sociais estruturais para a sociedade brasileira em sua totalidade. A consistência desse trabalho e da maneira como operamos foram fundamentais para o reconhecimento do Sivis como uma das melhores ONGs do Brasil em 2019 e 2020, com a premiação de melhor ONG do estado do Paraná em 2021.

Quais são os principais desafios locais e como vocês acham que a sua organização contribui para minimizá-los? Para o Sivis, a vida comunitária é um pilar fundamental para a vitalidade da democracia, haja vista que as relações interpessoais e institucionais do cotidiano de nossa sociedade conformam o capital social que fundamenta a saúde do regime democrático do país.

Nesse sentido, um dos principais desafios locais é difundir sobre a importância de entender a democracia como algo que faz parte de nossas vidas diárias, já que o conceito pode soar como algo distante e abstrato para muitas pessoas. Pensamos, portanto, que uma parte fundamental de nossa atuação é, precisamente, mostrar o poder de transformação dos valores democráticos para a melhoria de nossa vida em sociedade.

Para evidenciar como enderecemos esse desafio, citamos como exemplo as iniciativas que o Sivis realizou nos últimos anos do Índice de Democracia Local e do Conexões para Cidadania. O Índice de Democracia Local é uma ferramenta criada pelo Sivis com parceiros nacionais e internacionais que mensura a qualidade da democracia no nível da cidade. O Sivis conduziu a aplicação do Índice em 2017 na cidade de Curitiba e em 2019 na cidade de São Paulo com o objetivo de gerar dados confiáveis sobre o estado da democracia e fomentar o debate junto à sociedade civil, imprensa e governo sobre a importância da cultura democrática. Já a iniciativa Conexões para Cidadania buscou levar essa discussão para o nível nacional, ao engajar mais de 30 organizações e especialistas que trabalham diretamente com o tema de cidadania e democracia no país em um processo de construção coletiva de um diagnóstico, o qual se configura como uma base para o desenho de estratégias focadas no futuro da democracia brasileira.

Ao discutirem o papel dos valores democráticos para a sociedade brasileira e engajar atores sociais sobre essa temática, essas iniciativas ampliam o diálogo sobre a democracia que queremos para o futuro do país. Acreditamos que compreender a democracia brasileira como parte intrínseca de nosso entorno social nos torna mais abertos a valores fundamentais para uma vida em sociedade mais digna e saudável, na medida em que nos torna mais abertos ao diálogo, à tolerância e à valorização de todas as pessoas.

Como o Prêmio foi recebido aí e como ele tem feito diferença no trabalho? Recebemos o prêmio com grande honra e alegria. De fato, essa é uma conquista que nos dá muita credibilidade. Quando comunicamos para as pessoas próximas, tanto por canais de comunicação quanto em conversas e reuniões, a notícia é recebida com muito entusiasmo e com um sentimento de que estamos no caminho certo para sermos uma instituição de impacto e com relevância cada vez maior no nível local e regional, assim como cenário nacional.

Qual é o maior sonho de vocês para 2022? O que já está sendo feito para conquistá-lo? O Sivis sonha grande e acredita que é possível transformar para melhor a vida das pessoas por meio do fortalecimento da cultura democrática no país. Dada a complexidade dessa tarefa, nosso sonho para 2022 é angariar o apoio de outros atores sociais, como organizações da sociedade civil, empresas e agentes do Poder Público, que tenham afinidade com esse propósito, para que, juntos, possamos fazer a diferença na sociedade brasileira.

Para colocar esse plano em prática, estamos desenvolvendo, a várias mãos, estratégias transformadoras para a cultura democrática brasileira, que envolvem temas tão diversos quanto a educação para a cidadania e o desenvolvimento de valores democráticos em contexto empresariais e corporativos. Em 2022, duas iniciativas estão em curso em cada um desses temas e buscamos construir em conjunto uma continuidade, sempre contando com o apoio de outras pessoas e instituições que contribuem com sua execução e financiamento. Em suma, em 2022, o sonho do Sivis é fazer que mais pessoas sonhem junto conosco!

O que os motiva a continuar o trabalho? Nós temos muita esperança de que é possível transformar a realidade em que vivemos. Por isso, lutamos por um Brasil em que todas as pessoas do país se sintam igualmente respeitadas e valorizadas. Em outras palavras, queremos um Brasil em que todas as pessoas se vejam como parte de um todo social maior que as acolha da forma que merecem: com dignidade. Países que são verdadeiramente democráticos, que respeitam a dignidade humana, buscam a igualdade e valorizam a liberdade, são países mais prósperos. Segundo o Relatório Mundial da Felicidade, nesses países as pessoas são mais felizes também. Isso evidencia a força da causa com a qual trabalhamos, que interfere no que é mais importante para a vida das pessoas.

Foto: Sivis/ divulgação

Veja também: