Blog

Reconhecimento pela qualidade no tratamento do câncer

Uopeccan, uma das 100 melhores ONGs do país, oferece atendimento médico-hospitalar humanizado. Saiba mais

A União Oeste Paranaense de Estudos e Combate ao Câncer (Uopeccan) é referência sul-americana em saúde e tem um lema que move o trabalho diariamente: a dedicação pela vida. Os resultados mostram que está dando certo e a organização foi reconhecida, em 2020, como uma das 100 melhores do Brasil. Conversamos com o administrador do Complexo Hospitalar Uopeccan, Luciano Maldonado e também com o gerente de assuntos institucionais, Kelyn Aires. Boa leitura!

Qual é a história que deu origem à ONGs? As primeiras páginas do nosso grande livro começaram a ser escritas em 12 de junho de 1991. Nesta data, um grupo atuante de rotarianos transformou um sonho em realidade. Aos poucos, a União Oeste Paranaense de Estudos e Combate ao Câncer nascia e, também aos poucos, caminhou para se tornar um Centro de Excelência em Oncologia. O tempo passou. Já são 30 anos de histórias. Já no início, com o intuito de atender melhor a população que dependia do tratamento, construímos a Casa de Apoio ao paciente com câncer. O objetivo é acolher os pacientes e acompanhantes que moram em outras cidades durante o tratamento na instituição. Além de receberem cuidado humanizado na hospedagem, também fornecemos a alimentação do acompanhante e do paciente. Para estas ações, contamos com o apoio da comunidade.

O Hospital do Câncer Uopeccan oferece ainda tratamento especializado aos pacientes adultos e infantojuvenil que possuem câncer, além da oferta do Programa de Residência Médica em Oncologia Clínica e Cirurgia Oncológica, Centro de Pesquisa, Alta Complexidade em Ortopedia e Traumatologia, Alta Complexidade ao Indivíduo com Obesidade, Transplante de Fígado e Medula Óssea.

Qual é o maior desafio de gestão que vocês têm hoje? Desde a fundação do hospital, inúmeros investimentos foram realizados, mesmo com as dificuldades financeiras inerentes das atividades, contando sempre com o apoio e participação da comunidade nos bazares, almoços, jantares, projeto do Nota Paraná, leilões, cofrinhos e doações via Telemarketing. O apoio de todos tem sido de grande valia para manutenção do funcionamento dos nossos serviços. Nesses anos de funcionamento do Complexo Hospitalar, conseguimos sobreviver administrando todas as dificuldades que foram surgindo, mas ainda precisamos caminhar muito mais para que o hospital trabalhe com déficit zero.

E os planos para esse ano e próximo? A Uopeccan não passou ilesa em relação a pandemia do Covid-19, sendo afetada diretamente em razão das mudanças dos atendimentos (redução e alteração dos protocolos), bem como, aumento substancial dos custos, contingenciamento das equipes de trabalho, entre tantos outros desafios, necessitando ainda mais da ajuda e suporte da comunidade, sociedade e governos. Entretanto, mesmo em meio aos desafios, a Uopeccan pretende descentralizar seus atendimentos com a abertura de “unidades avançadas” em cidades consideradas micro pólos regionais, permitindo que a população inicialmente busque atendimentos nessas unidades e, se necessário, seja direcionada aos unidades hospitalares para atendimentos mais avançados, possibilitando que a população tenha um menor desgaste e maior conforto em relação a logística para busca de atendimentos.

Conta pra gente uma história de voluntariado? Ingo há 13 anos é voluntário na Uopeccan, fornecendo café da manhã para os pacientes oncológicos do hospital, confira o vídeo.

Foto: divulgação/ Uopeccan

Veja também: